Ponto de? Quais ações os vereadores de Marizópolis realizarão para a população nestes dois anos de mandato? Além de travar uma briga pela Presidência da Câmara Municipal! Confira!

Publicado em 11 jan 2019 - Silvano Dias

O Blog do Silvano Dias aborda uma temática que tem torado o sossego da população de Marizópolis e questionam os senhores legisladores daquele município.

Será que a única ação de destaque foi à briga interna pela Presidência da Câmara?

Em 01 de Janeiro de 2017, posse dos nove vereadores do município, com algumas modificações, assumindo alguns manda chuvas de mandatos e outros recém chegados ao poder legislativo.

A bancada de sustentação do Governo saia-se bem com a maioria dos vereadores e a bancada de oposição estava enfraquecida.  Então encabeçando a chapara para Presidente daquele poder o Vereador Carlos José, sendo uma candidatura confirmada, é eleição concretizada com apoio da maioria dos vereadores. Sendo surpreendido no dia da votação com o novo nome que surgiu “Derval Olímpio” que também fazia parte da base do governo para surpresa de todos, ao ser compatibilizado os votos do vereadores, ES que surge a surpresa, Derval Olímpio é eleito Presidente, sendo apoiado pela oposição e um voto que até os atuais dias ainda é um mistério para base do governo e toda população Marizópolense.

Iniciando uma briga judicial pela Presidência do Poder Legislativo, Carlos José consegue uma liminar derrubando a eleição da casa e possibilitando uma nova eleição. Marcada a eleição que foi bastante tumultuada, onde Derval Olímpio é novamente eleito para presidir o biênio 2017-2018.

Inconformado o vereador Carlos José ingressa com uma nova ação judicial é consegue novamente a anulação da eleição, onde o magistrado solicitou a realização de outro processo eleitoral, contando com a presença de representantes do poder judiciário, sendo novamente consagrado Presidente Derval Olímpio em sua terceira vez.

Derval assumiu a Presidência do Biênio 2017-2018, possibilitando a eleição para escolha do biênio 2019-2020, tendo como nome o vereador Osmar Vitalino (PP), surgindo uma nova polêmica envolvendo o vereador Carlos José, alegando irregularidades na votação do poder legislativo, acusando o vereador Fabiano Lira eleito vice-presidente, assumia no momento da votação a liderança do governo de Zé de Pedrinho na câmara, onde o regimento da casa não permite a concorrência de uma das vagas na mesa diretora.

De lá pra cá diversos desentendimentos vem ocorrendo entre os legisladores, com outras ações judiciais, em sua primeira tentativa o processo não teve andamento sendo arquivado pela 1° instância e mesmo assim o vereador Carlos José inconformado ajuíza outra ação buscando anular a eleição do biênio 2019-2020.

Com todo esse desgaste no legislativo passou-se dois anos de brigas entre os vereadores de Marizópolis.

O Radialista Silvano Dias questiona, o que os legisladores aprovarão para o bem estar da população nesses dois anos? Ou será apenas dois anos de brigas internas pela mesa diretora da casa legislativa?

Da Redação do Blog do Silvano Dias