Ricardo vai entrar na Justiça e deve pedir guarda do filho após Pâmela Bório levá-lo para ato terrorista

O ex-governador Ricardo Coutinho (PT) vai entrar na Justiça para pedir “o melhor interesse do filho”. A decisão foi tomada após a mãe dele, a jornalista Pâmela Bório, levar o filho do ex-casal, um menino de 12 anos, para participar de atos antidemocráticos e terroristas que aconteceram nesse domingo em Brasília (8).

A informação sobre a medida judicial foi divulgada pelo programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM. “Estamos tomando todas as providência cabíveis e judiciais para proteger o melhor interesse do menor”, disse um advogado de Ricardo Coutinho. A expectativa é de que ocorra o pedido de guarda única do filho em favor de Ricardo.

Segundo especialistas em infância e juventude, bem como direito de famíliaentrevistados pela Folha de São Paulo, expor os filhos a esse tipo de situação, onde há risco de violência, pode levar à perda do poder familiar, em casos extremos, e servir até mesmo como argumento em disputa da guarda.

A participação de Pâmela e do filho foi publicizada em vídeo pela própria jornalista no Instagram durante os atos terroristas. Em um trecho do vídeo ela pergunta ao filho o que eles foram fazer em Brasília e o garoto responde que “Vamos tirar o Brasil das mãos dos comunistas tiranos”.

fonte 83

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *