Cabo Gilberto fala em “estado de exceção” ao destacar que está ajudando paraibanos presos no DF

O deputado federal eleito, cabo Gilberto Silva (PL), afirmou nesta quarta-feira (11), durante entrevista à Rádio Arapuan FM, que tem trabalhado, incansavelmente, para dar assistência aos paraibanos que estão presos, em Brasília, por atos antidemocráticos. Gilberto, disse no entanto, que não tem postado as ações nas redes sociais porque o país vive um “estado de exceção”.

“Desde domingo que eu não paro de trabalhar. Eu não estou publicizando isso nas redes sociais pois estamos em um estado de exceção. Iremos ajudar todos os paraibanos, sem dúvida nenhuma”, expressou. Inclusive ontem, mandei ofício para todos os órgãos de controle da Paraíba para que se façam presentes em Brasília para saber como anda as condições de cada paraibano”, detalhou o político paraibano.

De acordo com advogados que defendem os bolsoanaristas, são 146 paraibanos. Destes, 110 foram encaminhados para os presídios da Papuda (segurança máxima) e do Gama (feminino), no Distrito federal e 36 já foram liberados.

Andeson Soares

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *