PF deflagra operação contra fraudes em licitações e cumpre 11 mandados de busca e apreensão; prejuízo é de R$ 8 mi

A Polícia Federal, com apoio do GAECO, deflagrou na manhã desta quinta-feira (2) a Operação Festa no Terreiro, com o objetivo de combater esquema de direcionamento de licitações, desvios de recursos, corrupção e lavagem de dinheiro que causaram prejuízo aos cofres públicos de cerca de R$ 8 milhões. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, sendo 10 em Patos e um em João Pessoa. 

Durante o cumprimento da operação, os agentes acharam uma mala com R$ 150 mil em uma das casas dos investigados, que não teve o nome revelado. O dinheiro foi apreendido.

Os crimes investigados são os previstos no Código Penal no art. 337-F (Frustração do caráter competitivo de licitação), art. 337-J (Violação de sigilo em licitação), art. 337-K (Afastamento de licitante), art. 337-L (Fraude em licitação ou contrato), art. 312 (Peculato), art. 317 (Corrupção passiva) e art. 333 (Corrupção ativa), além do crime do art. 1º, §1º, II da Lei nº 9613/98.

A Operação Festa no Terreiro é um desdobramento da Operação Bleeder, deflagrada em outubro de 2021.

O nome é uma referência ao linguajar utilizado pelos investigados ao combinar o resultado de licitações.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *