Jornal A União destaca papel decisivo de Doutora Paula nas lutas em defesa das mulheres na Assembleia

A deputada estadual Doutora Paula (Progressistas) foi destaque em matéria publicada pelo jornal A União na edição de domingo (17) com uma defesa feita em prol da aprovação de um projeto que beneficia diretamente as mulheres. A reportagem, que mostra o recorde da bancada feminina na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), diz que no dia 14 de fevereiro Doutora Paula foi um exemplo da importância da voz feminina no parlamento estadual.

A matéria assinada pela jornalista Juliana Teixeira diz que “foi com um discurso forte, que a deputada Doutora Paula (PP) conseguiu mudar a posição dos parlamentares, garantindo a derrubada de veto sobre projeto contra feminicídio. O Projeto de Lei nº 3.636/2022 de autoria do deputado Adriano Galdino, que instituía ações de enfrentamentos ao Feminicídio na Paraíba”.

Na ocasião a parlamentar se levantou, foi ao centro do parlamento e fez um apelo aos homens, maioria no parlamento.

“Estamos fazendo apelo e queremos um posicionamento de todos os deputados homens para que votem pela derrubada desse veto. Estamos em um século em que as mulheres devem ser consideradas, respeitadas e terem sua liberdade. Estamos aqui no parlamento para defender os direitos da mulher. Não queremos saber de dinheiro e despesa, queremos saber de vida, pois feminicídio é a morte das mulheres. Será que esses homens da Assembleia Legislativa vão se acovardar diante de um assunto tão grave?”, colocou.

Depois do discurso de Doutora Paula, os homens da Casa Legislativa mudaram de posição e votaram pela derrubada do veto. “Essa foi mais uma vitória das mulheres paraibanas”, disse a parlamentar que também é a secretária da Secretaria da Mulher na Assembleia Legislativa.

A fala enfática demonstra que apesar de ser pequena, a bancada feminina na ALPB tem conseguido levantar a voz, não só no combate à violência contra a mulher, mas pela busca de direitos na educação, na saúde.

CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA AQUI

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *